Destinos – Floripa é Maior que a Família (I)

Chegaaaaaaaaaaaaaaamos!

Chegamos em Florianópolis finalmente. Estava bom em Bombinhas, mas agora é o destino final dessa trip pelo Sul.

Lancha em Canasvieiras

FLORIANÓPOLIS É GIGANTE

E a primeira coisa que percebemos é que: a cidade é  E N O R M E.  Basicamente Florianópolis tem uma “pequena” parte de continente e uma ilha gigante, cuja parte mais cheia, de pessoas e casas, prédios e comércios é o litoral e a “borda” da ilha. Pelo Google Maps tem uma parte central que não mostra as ruas, parece que tem só floresta no meio, ou pelo menos eu não sei o que tem. O que eu quero dizer, é que demoramos mais ou menos 20, 30 minutos pra atravessar do sul ao norte da ilha, é grande mesmo. Se você morar lá e tem que cruzar a ilha, é complicado.

Mas não é A COISA MAIS CHATA DO MUNDO morar numa cidade que tem mais de 50 praias. (ainda há controvérsias desse número). Alguns critérios consideram 42 praias, outros podem contar até 100, contando pequenas ilhas ao redor e praias mais ocultas por causa de obstáculos naturais. Não dá pra ir pra lá uma ou duas vezes e dizer que conhece.

EXPERIMENTANDO CANASVIEIRAS

Considerando preço e indicações, ficamos no norte da ilha, no bairro de Canasvieiras, numa pousada maravilhosa chamada Villa Francesca. O nome é italiano, mas eu cheguei achei que o lugar também tinha um toque Grego (tudo do mediterrâneo). Isso se explica por que os donos da pousada moraram na Itália por alguns anos. E meus pais acabaram ficando amigos deles. Ficar lá fez toda a diferença na viagem, tornou tudo mais gostoso e tranquilo pra nós. Tinha cozinha, um quarto e uma sala com sofá cama, com área externa compartilhada pra churrasco, perfeito pro estilo da minha família, que gosta de cozinhar e aproveitar o lugar que ficamos.

Pousada Villa Francesca

Villa Francesca

O bairro tem tudo. Tem praia tranquila e praia agitada, tem ferinha, tem comida, tem animação. Se a pessoa quisesse ficar só lá, dá pra curtir numa boa. Mas nós adotamos o estilo TURISTA MASTER HARD, e quisermos conhecer todas as praias possíveis. Mas tem uma coisa que só tem na praia de Canasvieiras…

Isa e o Mar

PÉROLA NEGRA: NAVIO DOS PIRATAS, AXÉ E BAGUNÇA

Pérola Negra

Sabe aquelas coisas que você faz só porque está no lugar e quer viver a experiência. Foi isso que conseguimos entrando no Pérola Negra, um dos vários navios “piratas” que partes da praia de Canasvierias. O mais legal é que eles passam por alguns pontos turísticos próximos, como a Praia do Forte, e dão uma breve explicação da história do lugar. Mas em geral, é bagunça, galhofada total. Os uruguaios e argentinos se acabavam no navio, de dançar e beber e correr, como se na cabeça deles estivesse gritando AQUI É            BR MESMOOO. E toca axé, o tem Jack Sparrow e tem zoeira sem limites. Assim, foi legal uma vez e chega disso pra mim.

Bagunça dos Gringos

Jack Sparrow de Floripa

Jack de novo

esse mar

O melhor de tudo foi poder mergulhar no meio do mar. Se pudesse ficaria lá por um bom tempo só curtindo a água azul e gelada do mar mais lindo que eu já vi.

Mergulhando

Mar do Sul

Anúncios

Comenta, vai

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s