Get stuff done!

Por vários fatores e experiências, eu posso dizer que conheço muita gente criativa. Talvez por identificação, pelos lugares que vou, pelas conversas que me interessam. Pois é, a maioria dos meus amigos mais próximos tem algum envolvimento com arte, criação. Eu já ouvi muitas vezes: “to pensando em escrever um livro” ou “tive uma ideia para um filme”, “lê esse poema que eu escrevi e me diz o que você acha”, “escuta essa música que eu fiz”…

Muitas ideias soltas…
GET THINGS DONE
Sem direcionar essa crítica aos meus conhecidos, mas a todos os envolvidos com criatividade, temos uma terrível tendência a esperar a inspiração espiritual descer sobre nós e em um momento mágico especial produziremos a obra prima de nossas vidas, que nos dará prestígio e reconhecimento e muito dinheiro! Ou temos aquela ideia fantástica, muito louca, inovador o negócio, um dia vou fazer. Até que um dia você vê na internet que alguém já fez aquilo que você pensava. ESTÃO COLOCANDO CÂMERAS NA MINHA CASA, ROUBANDO MINHA IDEIA! Na verdade, enquanto a coisa está na sua cabeça, não é nada. A criação só te pertence quando você cria.
Essas são apenas desculpas que inventamos pra nós mesmos, pra não fazer a coisa acontecer.
Ou é porque não tenho tempo. Depois tenho tempo, mas não tenho dinheiro. Muitas vezes nenhum dos dois estão muito disponíveis, mas quer saber? As pessoas que fizeram algo admirável, bonito, bom, espetacular, famoso, inspirador fizeram nas mais diversas circunstâncias. Com dinheiro, sem dinheiro (na maioria das vezes, porque a maioria dos artistas, sacomé né), com filhos, com família ou sem família, sozinhos ou coletivamente, com tempo de sobra ou nas sobras do tempo… Quando procuro saber a história das pessoas que me inspiram, pessoas de sucesso vejo que cada um vivia uma situação diferente. Mas o fato em comum entre essas histórias é que todos tiveram que abrir mão de alguma coisa para se dedicar a outra.
Não tem como escapar.
Você tem que sentar (ou levantar) e fazer.
Recentemente li o livro Steal like an artist do Austin Kleon (recomendado). Indiquei para um amigo e ele me disse “o livro é bom, mas o melhor conselho é: do it”.
Faça.
Você acha que não consegue escrever um livro?  Escreva um capítulo. Ou uma frase.
Não tem dinheiro pra produzir um filme? Tente fazer um curta. Um vídeo de 3 minutos. Um vídeo com o celular. UM GIF!
Não aguenta comprar um Manfrotto? Compre um Vivitar.  Não tem caixa para uma 5d mark II? Compra uma T1. (fotógrafos entenderão).
Por favor, faça sua arte. Não prive o mundo da sua genialidade, não deixe uma ideia ser devorada pela preguiça ou procrastinação.
Desenhe. Escreva. Projete. Fotografe. Dance. Atue. Dramatize.
Comece hoje com o que você tem.
Apenas faça.
 
–É por isso que eu estou aqui, escrevendo em um blog que ninguém lê–